quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

A Física na Antiguidade


Filósofos Pré-Socráticos
Foi na antiga Grécia que os primeiros estudos físicos foram realizados. Os fenômenos da natureza eram estudados pelos recém-surgidos "filósofos naturais" que tinham por objetivo racionalizar o mundo, deixando de lado os conceitos míticos e religiosos. Os filósofos pré-socráticos tentavam entender a Physis — o mundo natural. E assim Leucipo de Mileto, e seu aluno Demócrito de Abdera, formularam as primeiras hipóteses do que viria a ser a teoria atômica, no século V a.C. Segundo eles, o Universo era formado por átomos infinitos e indivisíveis, sólidos porém tão pequenos que não podem ser vistos, e estão em constante movimento no vácuo.
Pitágoras
Outro pensador importante entre os pré-socráticos foi Pitágoras, que contribuiu de modo decisivo à filosofia natural através sobretudo dos seus estudos da matemática. Pitágoras descobriu a relação entre o comprimento de uma corda vibrante e o tom que emite. À sua escola se deve também a ideia de que a Terra é esférica, os planetas se movem em diferentes velocidades em suas várias órbitas ao redor da Terra. Pela cuidadosa observação dos astros, surge a ideia de que há uma ordem que domina o Universo e que essa ordem se pode expressar através da matemática.
Aristóteles
Aristóteles contribui também decisivamente à filosofia natural. Ele estabelece as primeiras ideias de movimento, a queda de corpos rígidos e geocentrismo. O seu pensamento é dominante na Física até ao final da Idade Média. É de realçar que muitas destas ideias não são necessariamente originadas por Aristóteles, mas é ele que as ordena e estabelece dentro de um edifício filosófico completo.
A Gravidade e os Elementos Básicos 
A Gravidade na Antiguidade era, por exemplo, explicada através do seguinte princípio: Os corpos tendem a voltar ao seu lugar natural. Acreditava-se que o mundo era formado por quatro elementos básicos: a terra, a água, o ar e o fogo. Quanto mais pesado ele fosse, mais terra ele era e consequentemente mais rápido ele cairia no chão. A água se espalha pelo chão porque seu lugar natural é a superfície da Terra. O ar tende a ficar em torno da Terra. O fogo pertence aos círculos superior, acima do ar e por isso as chamas se "dirigem" para cima. A Cosmologia ficou, até ao surgimento do heliocentrismo no Renascimento, definida pelo modelo geocentrismo/geocêntrico do universo estabelecido de forma completa por Ptolomeu no qual os planetas se moviam em pequenos círculos, chamados de epiciclos.
Arquimedes e a Hidrostática
Arquimedes é sem dúvida o maior físico da Antiguidade. A ele se devem muitos estudos importantes, dos quais se destacam a lei da Hidrostática. Existe uma lenda que conta que o rei de Siracusa desafiou Arquimedes a encontrar uma maneira de verificar, sem a estragar, se a coroa que o mesmo havia encomendado era de ouro maciço ou não. Arquimedes tomando banho reparou que a quantidade de água deslocada quando ele entrou na banheira era igual ao volume de seu corpo. Ao descobrir esta relação, vai ao palácio e mede a quantidade de água que transborda de uma bacia cheia de água quando nele mergulha o volume de um peso de ouro igual ao da coroa, de um peso de prata igual ao da coroa e por fim o da própria coroa. Como o volume de água da coroa foi intermédio ao dos dois pesos, ele calculou a proporção de prata que foi misturada com o ouro. Após essas experiências, Arquimedes formulou o seguinte princípio: todo corpo mergulhado em um fluido recebe pressão do fluido por todos os lados, e a resultante dessas pressões é um impulso de baixo para cima, igual ao peso do volume do fluido deslocado. Concluiu por isso que os corpos mais densos do que o fluido afundam e os menos densos flutuam.
FONTE:
FÍSICA TEÓRICA. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2012. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=F%C3%ADsica_te%C3%B3rica&oldid=28297314>. Acesso em: 11 jan. 2012.

obrigado pela visita

Related Posts with Thumbnails