domingo, 2 de junho de 2013

Projeto: A Educação Ambiental no ensino de Química

Identificação da Escola:

Colégio Estadual Conjunto João de Barro – Marialva – PR.

Tema da Proposta:

A Educação Ambiental no ensino de Química

Objetivos:

Com a apresentação dos vídeos, espera-se que o aluno desenvolva uma consciência de preservação do meio ambiente, que entenda e questione a Ciência de seu tempo e os avanços tecnológicos, que construa e reconstrua o significado dos conceitos químicos e tome posições frente as situações sociais e ambientais desencadeadas pela produção do conhecimento químico.

Justificativa:

De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases (Lei 9394/96), é obrigatório o ensino de Educação Ambiental para todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente. E como falar em Educação Ambiental sem conhecer a Química Ambiental? A utilização das mídias faz-se necessário no sentido de chamar a atenção do aluno, através do uso das imagens, para despertá-lo para os problemas ambientais da sociedade atual.

Público a ser envolvido:

2.° ano – Turma A - Ensino Médio

Mídias e Tecnologias a serem utilizadas:

Sala de informática, internet e Tv pendrive (multimídia).

Proposta preliminar das etapas/ações a serem realizadas:

1.ª aula:
1.° momento – apresentação do vídeo vitimas do acidente nuclear.

2.° tema para discussão: A energia hoje e amanhã – poluição
.
3.° apresentação do vídeo carta escrita.

4.º debate: O que será do Planeta?

2.ª aula:
Aula experimental : Provocando a chuva ácida

Referência: Este experimento foi desenvolvido pela aluna Aline Escocard Siqueira sob a orientação da profa. Maria Cristina Canela (LCQUI-CCT-UENF)

Materiais:
• Bico de Bunsen ou fogareiro de camping
• Bomba de aquário
• Água
• Balão volumétrico de 200mL com tampa
• 3 pedaços de mangueira (borracha de látex)
• 2 vidros com tampa (frascos vazios de maionese ou de leite de coco com tampa)

Procedimento

Faça a ligação com um pedaço de mangueira na saída de ar da bombinha de aquário com a tampa da garrafa. Com outro pedaço de mangueira, ligue o outro furo à tampa do vidro 1, e por último ligue o vidro 1 no vidro 2, que contém água e está sobre o bico de Bunsen.
Conecte a garrafa contendo o gás da parte 1 à bomba de aquário e ao vidro 1. Ligue a bomba e observe o que acontece.

O que ocorre?

Ao ligar a bomba de aquário, ela empurra o gás dióxido de nitrogênio que estava no balão para o vidro 1. Este gás (NO2) entra em contato com o vapor de água que se formou no vidro 2 e que também foi transferido para o vidro 1, formando o ácido nitroso (HNO2) e o ácido nítrico (HNO3).
2NO2 (g) + H2O(l) = HNO2(aq) + HNO3(aq)

Quando esses dois ácidos entram em contato com o oxigênio do ar, formam a chuva ácida.
2HNO2 + O2 = 2HNO3

Para verificar a acidez da solução formada, pode ser usado um papel indicador de ácido ou colocar um pedaço de casca de ovo em contato com a solução ácida. O ácido reage com o CaCO3 (carbonato de cálcio existente na casca do ovo) promovendo a dissolução e desprendimento de CO2 (formando pequenas bolhas). Desta forma, é possível demonstrar a ação do ácido sobre materiais feitos a base de carbonato de cálcio, como monumentos de mármore quando expostos por vários anos a este tipo de poluição atmosférica se decompõem.
CaCO3 + 2H+ ---> CO2 + H2O + Ca2+

CaCO3 ---> CaO + CO2

O que fazer com o resíduo?

Neutralizar com soda cáustica ou bicarbonato de sódio que podem ser encontrados no mercado. A neutralização pode ser feita também com a própria casca de ovo

3.ª aula

-Trabalho (atividades avaliadas), com 05 questões de múltipla escolha e 05 questões abertas.
- Apresentação do relatório sobre a atividade experimental.

Período de realização:

20 e 27 de junho de 2013.



Referências:

PARANÁ. Secretaria do Estado da Educação. Diretrizes curriculares de rede pública de educação básica do Estado do Paraná. Curitiba, 2008.

QUÍMICA AMBIENTAL. (1999) Disponível em: http:www.wikipedia.org.br. Acesso em: 24 abril. 2011.

BRASIL. A Lei N° 9.793. A Educação Ambiental tornou-se lei em 27 de Abril de 1995

BAIRD, C.. Química ambiental. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, 2002.

QUÍMICA AMBIENTAL. Disponível em: http://www.uenf.br/uenf/centros/cct/qambiental/ Acesso em: 24 abril. 2011.




obrigado pela visita

Related Posts with Thumbnails