sexta-feira, 1 de abril de 2011

Concurso de fotos e vídeos de raios

Dias de trovão
Grupo de Eletricidade Atmosférica do Inpe lança concurso de fotos e vídeos de raios. Autor de melhor imagem ganhará uma viagem para o Rio de Janeiro (Elat

Dias de trovão

31/3/2011
Agência FAPESP – Apesar de o Brasil ser campeão mundial em incidência de raios, registrando cerca de 60 milhões de descargas elétricas por ano, ainda há poucas imagens registradas do fenômeno no país.
Para incentivar a documentação do fenômeno, que é diferente em cada região, o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), lançou o concurso “Momento único – a melhor foto e vídeo de raios no Brasil”.

Voltado para fotógrafos e cinegrafistas amadores e profissionais, o concurso premiará o autor do melhor vídeo e foto com uma viagem para o Rio de Janeiro para participar da solenidade de abertura da 14ª Conferência Internacional de Eletricidade Atmosférica (Icae 2011).

O evento, que é a maior conferência mundial sobre o tema desde 1954, será realizado pela primeira vez no hemisfério Sul, de 7 a 12 de agosto.
O banco de imagens do concurso será utilizado para compor cenas do filme Fragmentos de paixão – que raio de história, que está sendo realizado pelo Elat e abordará os raios no contexto da história, cultura e ciência brasileira.
As gravações do filme, que será lançado em fevereiro de 2012, começarão em agosto. A equipe de filmagem deverá viajar por cidades em todas as regiões do Brasil.

De acordo com o coordenador do Elat, Osmar Pinto Júnior, as primeiras fotografias de relâmpagos foram registradas em meados de 1880. E, após mais de um século, registrar o fenômeno continua sendo uma tarefa difícil. “O fato de nunca saber onde o raio vai acontecer dificulta a captura de imagem”, disse.

Uma das dicas dadas pelo pesquisador para fotografar uma descarga elétrica é tentar controlar o tempo de exposição, que para uma boa foto é em torno de 30 segundos, dependendo de fatores como iluminação.

“Um erro comum cometido durante a captura de imagens de raios é mover a câmera para diversas direções. A melhor forma de se registrar o fenômeno é focar na tempestade e em apenas uma direção”, sugeriu Pinto Júnior, que já fotografou diversos raios.

Os interessados em participar do concurso podem acessar o regulamento em www.inpe.br/webelat/homepage. As inscrições serão encerradas em 30 de junho.
Mais informações: elat@inpe.br ou (12) 3208-6824

obrigado pela visita

Related Posts with Thumbnails